Fundos fazem oferta pela Ideiasnet

Investidores anunciam proposta pública de R$ 365,7 milhões

Luana Pavani, O Estadao de S.Paulo

31 Outubro 2009 | 00h00

Um grupo de fundos de investimento anunciou ontem uma oferta pública de aquisição voluntária de ações pela Ideiasnet, holding de empresas de tecnologia. A operação, marcada para 30 de novembro, pode movimentar R$ 365,7 milhões. Os compradores são os fundos Centennial, FIP Hankoe, Total Return, Gustavia e Mercatto, que, juntos, controlam hoje 29% da companhia. A oferta engloba 69,9 milhões de ações, de um total de 104,2 milhões que formam o capital da empresa.

O valor por ação é de R$ 5,23. Os fundos de investimento, que são representados pelo BNY Mellon, planejam manter a companhia listada no Novo Mercado da BM&FBovespa, sem cancelar seu registro de companhia aberta. Na semana passada, três integrantes do conselho da Ideiasnet se licenciaram do cargo para organizar a oferta pública.

Ao solicitarem o afastamento, o presidente do conselho, Carlos Pedroza Aguinaga, o conselheiro Luiz Arthur Andrade Correia e seu suplente Lars Fuhrken-Batista, informaram a intenção de organizar e participar de um grupo de investidores para formular a oferta.

O Centennial Asset Mining Fund LLC, que conta com uma participação de 8,47% na Ideiasnet, pertence ao grupo EBX, do empresário Eike Batista. A Ideiasnet foi a primeira empresa de internet a abrir o seu capital no Brasil, em junho de 2000, meses depois do estouro da bolha nos Estados Unidos.

Entre as empresas em que a Ideiasnet tem participação estão a Officer (distribuidora de produtos de informática), Softcorp (fornecedora de equipamentos e serviços de informática para empresas), Padtec (fabricante de equipamentos de rede) e Spring Wireless (desenvolvedora de sistemas móveis para empresas).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.