Futebol, política e pancadaria

O perigo de o DEM cair para a segunda divisão da política é o pessoal lá de Brasília resolver quebrar tudo, como fez a torcida do Coritiba no domingo. Mal comparando, a situação do partido de José Roberto Arruda já é mais dramática que a do Fluminense há um mês.

Tutty Vasques, O Estadao de S.Paulo

08 Dezembro 2009 | 00h00

Não é de hoje que o debate político no Brasil vem ganhando contornos de briga na arquibancada. A rivalidade entre o PT e o PSDB, por exemplo, é digna de qualquer Corinthians x Palmeiras ou Flamengo x Vasco. "Tucanalhas" e "Petralhas", como se tratam no calor da discussão, parecem só esperar o Serra entrar na campanha para saírem no tapa em praça pública.

Num estágio bem mais evoluído de selvageria, a militância do futebol mostrou neste final de Brasileirão que a estupidez por aqui já dispensa adversários e maus resultados para explodir: a torcida do Flamengo se encheu de sopapos para comemorar o título na zona sul do Rio. É o tipo de clima que deveria ser tratado numa conferência à parte: o fim do mundo, por vezes, está dentro do ser humano - ô, raça!

GILBERTIO

Sobrinhos de Gilberto Kassab estão excitadíssimos. O tio prometeu levá-los nesta quarta-feira à solenidade de entrega das chaves de São Paulo a Mickey Mouse.

Multidão verde

O Brasil levou uma delegação de 800 pessoas à Conferência do Clima em Copenhague. Parece muito, mas não dá para montar nem uma escola de samba para animar o meio ambiente!

É mesmo!

Será que o Lula não está esquecendo de nada, não? E o Battisti, cacilda? Quando o presidente vai decidir se mantém a condição de refugiado do italiano que o ministro Tarso Genro adotou?

Mico-verdão-dourado

A torcida do Palmeiras deve estar aliviada com o fim do Brasileirão. Se tivesse terceiro turno, o time do Parque Antártica cairia para a Segunda Divisão. Fácil!

Será o Benedito?

Tem gente no PT articulando a chapa puro-sangue Eduardo e Marta Suplicy, dois dos seis possíveis candidatos do partido ao governo de São Paulo.

Planeta rubro-negro

Para quem achava que não haveria nada para se comemorar na Conferência da ONU sobre Clima, a Fla-Copenhague não deixou ninguém dormir esta noite.

O vice ideal

Segundo lugar na Copa do Brasil e no Brasileirão de 2009, o Internacional é de longe o melhor vice do País na atualidade. A torcida do Grêmio já fala, inclusive, em indicar o rival para vice do José Serra.

Équiçacampeão

Tem pichação nova nos muros do Rio: "Hexa é coisa de bambi; a urubuzada é équiça".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.