Gafes a bordo

Os navios são palcos de gafes memoráveis. Há histórias de hóspedes que desceram no porto de pijama e chinelos porque esqueceram de deixar roupas separadas na última noite - é praxe ter de despachar a bagagem na madrugada anterior ao desembarque.

, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2010 | 00h00

Outros foram de bermuda e camiseta à Noite do Comandante, o evento mais elegante de um cruzeiro. Veja as piores gafes eleitas pelas

consultoras de etiqueta Célia Leão e Ligia Marques

- e como evitá-las!

1 Mala sem alça

Pense bem nas roupas que vai levar para a viagem. Isso

porque uma das piores gafes

que se pode cometer em um

navio é levar uma mala enorme, daquelas que podem ser chamadas de apartamento.

Imagine um trambolho que entala nos corredores estreitos e fica ocupando um espaço precioso de circulação nas cabines pequenas, geralmente divididas com outras pessoas. Você ficará conhecido como sem-noção.

Por outro lado, cheque a programação de eventos para não fazer feio. Apesar de os cruzeiros estarem menos formais, é importante levar ao menos um traje elegante para os jantares.

2 Refeições e festas

Tudo bem, alguns pacotes são all inclusive. Mas evite comer e beber demais. Afinal, não é elegante passar mal durante a navegação: principalmente por bebedeira. Também não fale alto à mesa nos jantares. E jamais se levante e saia antes que o comandante tenha deixado o salão de jantar - atitude indelicada, segundo o manual de etiqueta marítimo.

3 Idioma

Não se assuste, faça cenas ou tenha melindres se a tripulação não souber falar português. E jamais exija isso. Afinal, os profissionais vêm de várias partes do mundo: a pátria do navio é a bandeira que ele carrega.

4 Na varanda

Nada melhor do que uma suíte com varanda, não é? Sim,mas esses espaços exigem cuidados extras. Alguns hóspedes se sentem tão à vontade que vão até a varanda em trajes inadequados, para dizer o mínimo. Lembre-se que você está

em um local quase transparente a outros olhos.

5 Horário

Os navios não costumam esperar retardatários. Portanto, atenção para o horário de saída nas paradas! E, mesmo que aguardassem um pouco, você já imaginou a reação de 3 mil turistas com o seu atraso?

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.