Garçom é salvo por crachá durante assalto em SP

Um garçom de 34 anos foi salvo pelo crachá durante uma tentativa de assalto, ontem, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Ao ser abordado na Praça Kantuta, localizada no Pari, zona norte de São Paulo, por volta das 18h15, o garçom reagiu, achando que o criminoso não estava armado e entrou em luta corporal com ele. O garçom foi atingido na região do tórax por um tiro, mas a bala acertou o crachá que estava pendurado em seu pescoço. A vítima se dirigiu sozinha para um pronto-socorro. Ele teve uma lesão aparentemente leve, segundo a SSP, e saiu do hospital sem a autorização dos funcionários. Pouco mais tarde, a vítima foi encontrada por policiais civis numa rua nas proximidades e foi conduzida até a delegacia. Em depoimento, o garçom disse que, após o crime, jogou fora o crachá que salvou sua vida. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

14 Dezembro 2008 | 14h22

Mais conteúdo sobre:
crachá assalto SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.