Garis entram em greve no Rio de Janeiro

Os funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), do Rio de Janeiro, entraram em greve hoje por tempo indeterminado, segundo informações do Sindicato dos Empregados de Empresas de Asseio e Conservação do Município. Entre os 19 mil funcionários da categoria, o sindicato acredita que cerca de 50% aderiu à greve. Ainda não foi divulgado um balanço sobre a paralisação, decidida ontem em assembleia.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

14 de junho de 2010 | 13h10

Os garis exigem equiparação do piso da categoria ao salário mínimo regional, passando de R$ 486,10 para R$ 581,88, reajuste do tíquete-refeição - de R$ 7,93 para R$ 12 por dia - e pagamento do adicional de insalubridade de 40% para operadores de máquinas.

Tudo o que sabemos sobre:
grevegarisRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.