Garota é assassinada dentro de cemitério em Alagoas

Polícia não acredita que menina tenha assassinada, mas tenha sido vítima de bala perdida em Maceió

Ricardo Rodrigues, do Estadão,

05 de novembro de 2007 | 11h46

V.M.C., de 9 anos, foi vítima de um tiro quando visitava o túmulo de um parente no cemitério da cidade de Rio Largo, na grande Maceió. Segundo a Polícia Civil de Alagoas, a menina estava na companhia da mãe quando vários homens - não se sabe quantos - entraram atirando dentro do cemitério. Um dos disparos atingiu a menina, que chegou a ser levada pela mãe para o Hospital de Rio Largo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de receber socorro médico. O corpo da menor foi levado pra o Instituto Médico Legal (IML) Estácio de Lima, em Maceió, onde foi submetido a exames e liberado para o enterro. O fato só foi registrado na manhã desta segunda-feira, 5, no Boletim de Ocorrência na Delegacia de Rio Largo. O delegado da cidade, Judson Cabral, disse que ainda não havia suspeitos para o crime e que a polícia trabalha com a hipótese de que a morte tenha sido causada por bala perdida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.