Garoto de 12 anos morre depois de exagerar em desodorante

Daniel Hurley desmaiou depois de aplicar o produto em excesso no banheiro.

Da BBC Brasil, BBC

21 Novembro 2008 | 09h54

Um garoto britânico de 12 anos morreu de arritmia cardíaca depois de exagerar na aplicação de desodorante dentro do banheiro de sua casa. Daniel Hurley desmaiou devido ao excesso de solvente e morreu cinco dias depois no hospital. Daniel havia inalado o desodorante Lynx Vice, comum no país. A embalagem traz um aviso contra o uso excessivo do produto e diz que o desodorante deve ser usado em locais bem ventilados. O garoto, de Sandiacre, Derbyshire, na Inglaterra, foi encontrado pelo pai, Robert Hurley, desmaiado no banheiro, segundo o inquérito do legista, concluído na quinta-feira. Segundo o pai, Daniel gostava de usar gel e desodorante e costumava borrifar também suas roupas. O médico Andrew Hitchcock, que examinou Daniel, disse que não havia evidência de que ele havia usado álcool ou algum tipo de droga, e o legista Robert Hunter registrou um veredicto de morte acidental. O legista se disse satisfeito com o nível de alerta que a Unilever, empresa que produz o desodorante Lynx Vice, fornece na embalagem do produto. E afirmou que as pessoas devem ler embalagens e conhecer os riscos dos produtos que usam. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.