Garoto é morto com disparo na cabeça por caseiro

Um adolescente de 13 anos foi morto com um tiro na cabeça e um jovem de 18 anos foi baleado na perna e nas costas na tarde desta quinta-feira, num haras no bairro Helvetia, na divisa entre Campinas e Indaiatuba, a noroeste de São Paulo, depois de invadirem o local para nadar numa lagoa.

RICARDO BRANDT, Agência Estado

28 de março de 2013 | 20h05

O autor dos disparos foi o caseiro do campo de criação de cavalos, Jusselio Claudio Marinho, que confessou o crime e foi preso pela Polícia Militar (PM). Marinho, de 29 anos, afirmou à PM que cinco garotos invadiram a área do Haras da Corte para nadar no lago. Os rapazes, de acordo com o caseiro do haras, entravam no local frequentemente e teriam sido advertidos por ele anteriormente.

Nesta quinta-feira, por volta das 14 horas, os jovens voltaram a entrar no haras. Com uma espingarda calibre 12, Marinho disparou mais de uma vez contra os garotos. Segundo a PM, era 1 jovem de 18 anos e 4 com idade entre 10 e 13 anos, que moravam em bairros da periferia da região. O garoto de 13 anos morreu depois de ser atingido na cabeça. O jovem de 18 anos foi ferido na perna e na coluna. Ele foi internado no Hospital Municipal Doutor Mário Gatti. O jovem não corre risco de morte. A PM prendeu Marinho escondido no banheiro de sua casa, próximo do haras. Ao ser preso, ele declarou ter matado o adolescente. A arma estava escondida no terreno do haras. Os proprietários do local não foram localizados.

Tudo o que sabemos sobre:
Campinascaseiroharas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.