Garoto mata colega por causa de jogo de videogame

Uma discussão por causa de um videogame terminou em tragédia em Uberlândia (MG): um garoto de 13 anos matou o amigo da mesma idade após discutirem enquanto jogavam na casa de um deles, no bairro Jardim Brasília. Ele esfaqueou o colega, que era seu vizinho, nas costas. O menino chegou a ser levado por uma moradora vizinha para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI), mas não resistiu. O crime ocorreu na manhã de

ALINE RESKALLA, Agência Estado

20 Março 2012 | 19h07

segunda-feira e chocou o município.

O adolescente foi levado primeiro para delegacia da cidade, onde confessou ter esfaqueado o amigo. Segundo a polícia, ele relatou que teria dito à vítima que o mataria caso ele fosse agredido, o que, segundo o menino, acontecia frequentemente.

A mãe do agressor não estava em casa na hora do crime. Ela afirmou à polícia que o caso foi uma briga de criança com triste fim acidental. Depois de interrogado, ele foi internado no Centro Socioeducativo local.

Na tarde desta terça-feira, o garoto prestou depoimento ao promotor José Roberto Carbarelli. O promotor não foi localizado para falar sobre o depoimento do garoto. A Justiça agora tem 45 dias para apresentar uma definição sobre o caso.

Mais conteúdo sobre:
morte videogame

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.