Garoto que recebeu ácido em hospital passa por cirurgia

O menino de 2 anos que recebeu ácido no lugar de sedativo em hospital de Belo Horizonte, em Minas, no último domingo, passa por uma cirurgia de vídeo laparoscopia na manhã desta quarta-feira, segundo o Hospital Felício Rocho, onde está internado em estado grave na UTI neonatal.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

11 Abril 2012 | 11h53

A criança chegou ao Hospital São Camilo na noite do domingo, após ter sofrido uma queda. O menino, que apresentava muita irritação, seria submetido a uma tomografia do cérebro para detectar algum problema. Durante o procedimento para o exame, um funcionário do hospital aplicou tricloro de acético, ácido usado para cauterização de verrugas, no lugar de um sedativo, segundo o hospital Felício Rocho.

O garoto passou mal e foi transferido para o Hospital Felício Rocho para ser submetido a uma endoscopia digestiva, que comprovou queimações na boca, laringe e esôfago.

De acordo com o hospital Felício Rocho, a cirurgia teve início às 10h30 desta quarta e uma sonda gástrica para alimentação poderá ser colocada na criança. Uma tomografia foi feita antes da cirurgia, comprovando que não havia nenhuma anormalidade no cérebro.

Mais conteúdo sobre:
saúdeerro médicoMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.