Gás russo volta a passar pela Ucrânia em direção à Europa

A Rússia retomou o fornecimento de gás natural que passa pela Ucrânia a caminho da Europa nesta terça-feira, duas semanas após um corte no abastecimento que atingiu cerca de 20 países. A empresa estatal de energia Naftogaz confirmou que está recebendo gás russo, mas disse que demorará até 36 horas para que o fluxo atinja a Europa, onde alguns países foram forçados a racionar o fornecimento. A ordem para retomar o fornecimento de gás acontece posteriormente à assinatura de um contrato de dez anos entre Moscou e Kiev, e também é seguinte a conversas realizadas tarde da noite entre a primeira-ministra da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, e autoridades da Gazprom, empresa exportadora de petróleo da Rússia. "Hoje às 05h05 (horário de Brasília), a Ucrânia começou a receber gás russo por Sudzha (estação de compressão no oeste da Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.