Gato neozelandês se perde e é encontrado após viagem de navio de 18 dias

Animal, que vive em porto da Nova Zelândia, foi encontrado dentro de um contêiner em navio na Austrália

BBC Brasil, BBC

18 de abril de 2011 | 16h30

 

Um gato chamado Douglas voltou à terra firme depois de uma viagem de navio de 3.500 quilômetros, percurso quase equivalente à distância entre São Paulo e Rio Branco (Acre).

O gato saiu do porto de Te Puke, na Nova Zelândia, e foi encontrado 18 dias depois em um contêiner de carga de um navio em Adelaide, na Austrália.

Andrew Leota, um dos funcionários do porto neozelandês, diz que, quando o animal desapareceu, os estivadores pediram a ajuda do Serviço Australiano de Quarentena e Inspeção, que acabou por encontrar o gato.

Para os trabalhadores do porto onde Douglas vive, ele deve ter sobrevivido bebendo a água que resultou do vapor condensado dentro dos contêineres. Ou, simplesmente, dormiu durante toda a viagem.

Depois de ser identificado, o gato foi examinado por um veterinário e voltou para sua casa.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.