Gaudenzi não deixará Infraero, diz Nelson Jobim

'Presidente da empresa representa tentativa de modernização da Infraero', diz ministro da Defesa

SIMONE MENOCCHI, Agencia Estado

25 Fevereiro 2008 | 18h38

O ministro da Defesa Nelson Jobim reiterou a permanência de Sérgio Gaudenzi na presidência da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), negando substituição para o cargo. "Ele não vai deixar a Infraero. O Sérgio Gaudenzi representa aquela tentativa de modernização da Infraero. Em julho passado, estávamos com uma crise forte no setor e conseguimos, depois de algum tempo, recompor a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), e estamos recompondo a Infraero", afirmou Jobim, em visita a São José dos Campos (SP)."Deveremos ter um contato com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para termos um plano de reestruturação completa da empresa e o doutor Gaudenzi tem absolutas condições políticas e administrativas de conduzir esse processo", ressaltou. Jobim deu início ao ano letivo do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) falando de improviso, na aula inaugural, a 120 estudantes de engenharia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.