GCM-SP afasta das ruas guardas acusados de agressão

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) anunciou que afastará das funções operacionais os guardas Rodrigo Jorge Atílio e Leandro Gonçales Garcia, acusados de espancar, sem motivo, Flávio Esteves Junior, de 23 anos, no fim da noite de ontem, na região do Glicério, no centro de São Paulo. Em nota emitida hoje, a corporação informou que adotará "as medidas administrativas de averiguação/apuração de condutas e responsabilidades". Até o término das investigações, se liberados da prisão, os GCMs deverão desempenhar funções internas. No comunicado, a GCM e a Coordenadoria de Segurança Urbana (CSU) salientaram que "não ratificam atitudes ilícitas e que as condutas comprovadamente irregulares dos seus integrantes são exemplarmente penalizadas, pautadas no Regulamento Disciplinar dos Servidores do Quadro dos Profissionais da Guarda Civil Metropolitana".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.