'Geekie+Estadão' tem mais de 113 mil inscritos

Simulado do Enem online e gratuito pode ser acessado até quinta-feira; cada inscrito receberá um relatório de desempenho personalizado

LUÍS LIMA, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2012 | 03h06

O Simulado 2012 Geekie+Estadão, prova online gratuita que entregará relatório de desempenho personalizado a estudantes de todo o Brasil, terá 113.595 candidatos. As inscrições terminaram na sexta-feira. O acesso à prova - disponível pelo site www.geekie-estadao.com.br - começou às 6 horas de ontem e vai até as 23h59 de quinta-feira.

A pernambucana Marília de Andrade, de 17 anos, é uma das candidatas. Moradora de Goiana, a 60 km de Recife, ela fará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pela primeira vez. "Minha cidade está um pouco isolada das coisas. Aqui, o principal meio de informação é a internet e um simulado como o do Estado me dará um bom parâmetro para avaliar o meu desempenho em relação aos candidatos de grandes cidades", diz.

A proposta é justamente essa. "Nossa missão é oferecer igualdade de oportunidades para todos os candidatos ao Enem, principalmente àqueles que não têm condições competitivas de preparação", afirma Cláudio Sassaki, cofundador da Geekie.

Marília pretende cursar Direito na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e está confiante para o simulado, que a prova segue o modelo do Enem.

O simulado é resultado de uma parceria entre o Estado e a Geekie, startup de tecnologia aplicada à educação. A prova seguirá a metodologia da Teoria da Resposta ao Item (TRI), a mesma do Enem, que dá pesos diferentes a questões segundo seu grau de dificuldade. Os alunos terão quatro horas e meia, sem interrupções, para realizá-la. Serão 90 questões de Ciências Humanas e da Natureza e outras 90 de Linguagens e Códigos e de Matemática. Não haverá redação.

Para o estudante Almerizio Ovidio, de 21 anos, de Manaus, uma das principais vantagens do simulado é o boletim de desempenho personalizado, que será entregue aos alunos até o dia 16. "Tenho dificuldades em biologia. A vantagem do relatório é que ele me indicará os temas específicos dessa disciplina que devo focar antes da prova oficial." O boletim indicará os pontos fracos de cada área de conhecimento e matéria.

Os inscritos no simulado também poderão comparar seu desempenho com o de outros candidatos por meio de um ranking. "Essa ferramenta me ajudará a dimensionar as possibilidades de aprovação nas universidades",diz Vanda Santos, de 18 anos, de Belo Horizonte.

Do total de candidatos, 60 mil alunos do ensino médio foram inscritos pela Secretaria de Educação do Ceará e 9.130 são de Goiás. As secretarias de Mato Grosso do Sul e da Bahia também recomendaram aos alunos da rede a participação na prova.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.