Gelo no Oceano Ártico atinge o menor nível já registrado

Degelo abre a mítica Passagem do Noroeste, uma rota entre Europa e Ásia contornando o pólo

14 de setembro de 2007 | 17h42

A área coberta por gelo no Oceano Ártico atingiu a menor extensão já registrada desde que começaram a ser feitas imagens de satélite da região, há quase 30 anos. Com isso, a Passagem do Noroeste - uma rota marítima entre Europa e Ásia, procurada por exploradores ao longo dos séculos e tida como um mito - em breve poderá estar aberta, informa nota divulgada pela Agência Espacial Européia (ESA).   O gelo do Ártico amplia sua extensão naturalmente a cada inverno, e encolhe no verão, mas a taxa de perda desde 1978, quando começaram os registros de satélite, acelerou-se. A rota mais direta para a Passagem do Noroeste, pelo norte do Canadá, está plenamente navegável, enquanto que a Passagem do Nordeste, ao longo da costa da Sibéria, continua parcialmente fechada pelo gelo.   Até agora, previa-se que a Passagem do Noroeste completa permaneceria fechada, mesmo durante o verão, por conta do gelo acumulado ao longo dos anos, mas especialistas agora acreditam que ela poderá se abrir de vez.   A baixa recorde anterior no gelo do Ártico se deu em 2005, mas mesmo então a rota direta pelo Canadá não chegou a se abrir por completo.

Tudo o que sabemos sobre:
árticopassagem do norotesteesadegelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.