Gelo polar pode acabar em 5 anos, diz Al Gore

Dois novos relatórios sobre o aquecimento global indicam que a camada de gelo polar pode desaparecer durante o verão em apenas cinco anos. O dado foi apresentado ontem, em Copenhague, pelo ex-vice-presidente dos Estados Unidos e vencedor do Prêmio Nobel da Paz por seus esforços contra as mudanças climáticas, Al Gore.

COM AGÊNCIAS, O Estadao de S.Paulo

15 Dezembro 2009 | 00h00

De acordo com Gore, cientistas que trabalham com a questão do derretimento do gelo no Polo Norte afirmaram ontem que as últimas informações "sugerem 75% de chance de que toda a camada de gelo no verão terá se derretido entre cinco e sete anos". Os ministros de Relações Exteriores da Noruega e da Dinamarca também participaram do evento secundário com Gore, que lotou e deixou dezenas de interessados na discussão para fora da sala.

O gelo no Ártico vem batendo recordes de baixa nos últimos verões. Cientistas culpam o aquecimento global, que teria elevado as temperaturas na região duas vezes mais rapidamente do que em outras áreas do planeta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.