Genebra decide em referendo proibir fumo em locais públicos

Genebra, sede da Organização das NaçõesUnidas na Europa e de uma série de bancos internacionais, vaiproibir o fumo em locais públicos após referendo realizadoneste domingo, informou a agência suíça de notícias ATS. Cerca de 79 por cento dos eleitores da segunda maior cidadeda Suíça apoiaram a proibição, que o governo local afirmou quecolocará em prática rapidamente, informou a ATS. A Suíça estava atrás de outros países europeus comoIrlanda, Inglaterra, França e Itália na proibição do fumo emrestaurantes, bares e escritórios. Fumar é proibido emtransportes públicos suíços há dois anos. Sediada em Genebra, a Organização Mundial da Saúde, tempedido a governos do mundo todo para protegerem seus cidadãosdos riscos causados à saúde pelo fumo. A entidade estima queaté 2030, mais de 8 milhões de pessoas morrerão anualmente porcausas relacionadas ao tabaco. Os eleitores de Genebra também aprovaram neste domingo umainiciativa contra cães perigosos e que exige que os donos decachorros que pesam mais de 25 quilos tenham uma permissão paraandarem com os animais em público. A consulta sobre tornar gratuitos ônibus e bondes foirejeitada pelos eleitores.

REUTERS

24 de fevereiro de 2008 | 16h52

Tudo o que sabemos sobre:
SUICAGENEBRAFORACIGARRO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.