Gestor da SAC Capital é indiciado por insider trading

O gestor Michael Steinberg, do hedge fund SAC Capital Advisors, foi indiciado nesta sexta-feira como parte de uma longa investigação de insider trading.

Reuters

29 de março de 2013 | 12h05

Steinberg, de 40 anos, foi indiciado por uma acusação de conspiração para cometer fraude com ações e quatro acusações de fraude com ações. O gestor foi acusado de operar com ações da Dell Inc e da Nvidia Corp usando informações não disponíveis ao público.

Steinberg foi preso em sua casa em Nova York na manhã desta sexta-feira, segundo um porta-voz do FBI.

Barry Berke, advogado de Steinberg, disse em nota à Reuters que seu cliente "não fez absolutamente nada de errado".

"Em todos os momentos, suas decisões de operações se basearam em análises detalhadas e também em informações que ele entendia terem sido obtidas adequadamente, por meio dos tipos de canais dos quais investidores institucionais se valem em base diária", disse Berke.

Steinberg é o empregado mais graduado da SAC Capital Advisors a ser indiciado no inquérito do governo norte-americano sobre como os hedge funds operam com base em informações obtidas ilegalmente.

Contando com Steinberg, nove pessoas já foram indiciadas ou envolvidas nas acusações de irregularidades em operações na época em que trabalhavam na SAC, um fundo de 15 bilhões de dólares, que pertence ao investidor Steve A. Cohen e tem sede em Stamford, Connecticut.

A assessoria de imprensa da SAC Capital não se pronunciou sobre a prisão de Steinberg.

(Por Nate Raymond e Svea Herbst-Bayliss)

Tudo o que sabemos sobre:
SACPRISAOSTEINBERG*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.