Gianecchini recebe alta após químio e se diz ''muito forte''

O ator é submetido a tratamento para um tipo raro de câncer que afeta o sistema de defesa do organismo

, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2011 | 00h00

O ator Reynaldo Gianecchini deixou ontem o hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo, onde realiza tratamento contra um câncer no sistema linfático. Após receber alta médica, por volta das 15h20, Gianecchini conversou rapidamente com a imprensa e agradeceu o apoio do público. "Estou muito forte, e boa parte dessa força vem do amor e do carinho que estou recebendo das pessoas", afirmou.

O ator foi diagnosticado com linfoma não Hodgkin de células T - tipo mais raro da doença que afeta o sistema de defesa do organismo. O início do tratamento foi adiado por um sangramento durante a introdução do cateter venoso central há uma semana. Esse dispositivo é implantado para facilitar a aplicação de quimioterapia.

A doença, que atinge os linfócitos, foi diagnosticada após o ator ser internado no hospital com suspeita de faringite.

Gianecchini estava em cartaz com a peça Cruel, que estreou em 27 de junho no Teatro Faap, na zona oeste. O espetáculo foi suspenso por tempo indeterminado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.