Giverny fica na serra fluminense ? mas só até o fim de novembro

Tão bom de garfo quanto de pincel, Claude Monet (1840-1926) adorava legumes frescos, peixes, carnes de caça, doces e as compotas de frutas preparadas por sua cozinheira Marguerite, responsável pelas refeições e piqueniques servidos na casa de campo em Giverny, na França.

O Estado de S.Paulo

28 Outubro 2010 | 01h14

Foi ali que o mestre do impressionismo cultivou seu celebrado jardim e viveu por muitos anos com a segunda mulher, Alice Hoschedé, e os oito filhos. Monet não cozinhava, mas sabia apreciar uma boa comida.

Tinha inúmeras manias e preferências, como o foie gras da Alsácia e as trufas do Périgord. Seus rituais à mesa e várias receitas estão na nova tradução de À Mesa com Monet, recém-lançado pela Editora Sextante (192 págs., R$ 49,90). Com prefácio do chef francês Joël Robuchon e receitas adaptadas pelo também francês Claude Lapeyre, que mora no Rio, o livro é a tradução de Les Carnets de Cuisine de Monet (1989), de Claire Joyes.

Inspirados pela obra, seis restaurantes de hotéis da região serrana do Rio vão servir, até o fim de novembro, pratos que remetem à cozinha de Monet. O chef Danio Braga, por exemplo, serve frango pochet com manteiga de pitus e zabaione bellevue (R$ 115, o menu completo) no Locanda della Mimosa. Para quem quiser tomar um chá da tarde ao estilo do pintor, com direito a pão de ló e geleia de morangos frescos, a dica é a Pousada do Alcobaça (R$ 20), de Laura Góes.

Onde fica

Locanda della Mimosa - tel. (24) 2233-5405, Petrópolis

Parador Lumiar - tel. (22) 2542-4777, Friburgo

Parador Santarém Marina - tel. (24) 2222-9933, Itaipava

Pousada do Alcobaça - tel. (24) 2221-1240, Petrópolis

Pousada Tankamana - tel. (24) 2232-2900, Petrópolis

Solar do Império - tel. (24) 2103-3000, Petrópolis

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.