GlaxoSmithKline vende marcas de remédios por US$612 milhões

A GlaxoSmithKline fechou acordo para vender várias marcas de remédios não controlados na Europa à belga Omega Pharma por 470 milhões de euros (612 milhões de dólares) e adiou o desinvestimento da pílula emagrecedora Alli.

REUTERS

15 Março 2012 | 11h32

A venda para a Omega deverá render, em termos líquidos, 310 milhões de libras (486 milhões de dólares), que os acionistas podem receber ao longo de 2012, segundo afirmou a fabricante nesta quinta-feira.

A Reuters tinha noticiado que a Omega estava entre os interessados em comprar marcas europeias como analgésicos, vitaminas e produtos de higiene, com vendas combinadas de 185 milhões de libras em 2011.

Como parte do acordo, a Omega comprará a fábrica em Herrenberg (Alemanha), que emprega 110 pessoas.

A GSK ainda quer vender a marca Alli -versão mais leve do Xenical- mas antes precisa resolver o impasse com a Roche, que interrompeu o fornecimento do ingrediente ativo.

(Reportagem de Ben Hirschler)

Mais conteúdo sobre:
GSK OMEGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.