Glencore e Vale desistem de combinar ativos de níquel no Canadá, dizem fontes

As mineradoras Vale e Glencore romperam as negociações sobre uma junção de seus ativos de níquel no Canadá, em um negócio que poderia ter gerado mais de 1 bilhão de dólares em economia por ano, disseram fontes próximas do assunto.

REUTERS

02 Setembro 2014 | 12h55

As discussões sobre ligar as unidades de extração e processamento de níquel, vizinhas na região de Sudbury, no sudeste do Canadá, foram encerradas em grande medida devido ao desacordo sobre como compartilhar os custos e as economias e às preocupações sobre reações do governo e de sindicatos ante demissões e fechamentos, disseram as fontes.

Glencore e Vale não quiseram comentar.

(Por Silvia Antonioli, reportagem adicional de Stephen Eisenhammer no Rio de Janeiro)

Mais conteúdo sobre:
MINERACAONIQUELVALESACANADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.