Glonass russo vai concorrer com o GPS a partir de 2009

Os satélites russos de posicionamento global Glonass terãocobertura em todo o planeta no final de 2009, o que permitirá que a Rússiaconcorra com a americana Navstar GPS no mercado mundial de serviçosde navegação e posicionamento. "O sistema Glonass terá alcance nacional no final de 2007 e, até ofim de 2009, oferecerá serviços de navegação via satélite parausuários em qualquer ponto do planeta", declarou ovice-primeiro-ministro russo e ministro da Defesa do país, SergueiIvanov.Criado na época da União Soviética, o sistema de satélitesGlonass determina com grande exatidão as coordenadas de objetosmóveis que estão no ar, na terra ou no mar, e também desenvolveoutras funções de defesa. Até o final dos anos 80, o sistema Glonass tinha coberturamundial, mas ficou obsoleto por falta de financiamento a partir de1991, contando atualmente com 12 satélites operacionais e um dereserva para trabalhos de navegação em parte do território russo.Ivanov disse que, no final do ano, a Rússia colocará em órbitaoutros três satélites da série Glonass, e que continua a construçãodas estações terrestres de rastreamento e de recepção do sistema. "No próximo ano, os usuários poderão comprar receptores defabricação russa, que também poderão operar com o sistema GPS eoutros sistemas em desenvolvimento", afirmou o ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.