GM negocia retorno de anúncios pagos com Facebook

A General Motors e o Facebook estão discutindo o retorno da montadora norte-americana como um anunciante pagante na rede social cerca de oito meses após a GM afirmar que deixaria de contratar publicidade no site, disse o chefe de marketing interino da companhia, Alan Batey.

Reuters

16 de janeiro de 2013 | 15h07

Batey disse no salão do automóvel de Detroit que as discussões com executivos do Facebook estão em andamento, mas a montadora não tem nada para divulgar sobre um eventual retorno ao Facebook como um anunciante pagante.

"Nós ainda estamos conversando ativamente com eles e observando oportunidades que se apresentam para nós", disse Batey à Reuters. "Eu não diria que há um 'impasse mexicano' aqui. Nós só não vimos o valor" nos anúncios.

Três dias antes da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) do Facebook, em maio de 2012, a GM disse que abandonaria os anúncios pagos na rede social porque eles tinham pouco impacto sobre consumidores.

A GM havia dito anteriormente que gastou cerca de 40 milhões de dólares em sua presença no Facebook, mas apenas 10 milhões de dólares desse montante foram pagos ao Facebook com publicidade. O restante diz respeito à criação de conteúdo e às agências de publicidade e mídia envolvidas.

Fontes disseram no terceiro trimestre do ano passado que as duas companhias estavam discutindo o retorno da GM ao Facebook, onde a montadora ainda tem páginas pelas quais não paga tarifas para divulgar seus carros e caminhões.

"Eu não gostaria de prever se há algo, mas também não me surpreenderia se houvesse algumas coisas", disse o executivo.

Tudo o que sabemos sobre:
TECHGMFACEBOOK*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.