GOE estoura bingo clandestino na capital paulista

Uma denúncia anônima levou policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil a um prédio da Rua da Glória, onde funcionava um bingo clandestino, a poucos metros da sede da delegacia da Sé (1º DP). No prédio, de dois andares, foram encontradas várias máquinas. Ainda não se sabe o número exato de equipamentos, mas a estimativa é de até 80. Ninguém foi preso, mas um representante do responsável pelo bingo está prestando depoimento na delegacia da Sé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.