Gol é notificada pelo Ministério da Justiça

A Gol Linhas Aéreas foi notificada pela Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, para garantir aos passageiros da Webjet o direito de remarcação e cancelamento de bilhetes sem cobrança de taxa adicional, multa ou diferença tarifária.

EQUIPE AE, Agência Estado

28 Dezembro 2012 | 13h53

A empresa aérea já havia sido notificada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) sobre a mesma questão na semana passada. De acordo com nota do Ministério da Justiça, a Gol terá que informar à Secretaria Nacional do Consumidor, em até dez dias, como foram reacomodados os passageiros que tinham bilhetes da Webjet. A empresa também terá que apresentar, dentro deste prazo, o plano de reacomodação para os voos ainda não realizados. A Gol anunciou no mês passado o fechamento da Webjet.

Mais conteúdo sobre:
Gol Webjet notificação Justiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.