Google ganha importante processo sobre anúncios na Austrália

O Google ganhou um importante processo nesta quarta-feira, quando a Alta Corte da Austrália concluiu que a companhia não cometeu irregularidades nos links patrocinados nem era responsável por mensagens atribuídas a anunciantes pagos.

Reuters

06 de fevereiro de 2013 | 13h59

A decisão fortalece a alegação de provedores de Internet e companhias de motores de busca de que não são responsáveis pelo conteúdo, mas meros veículos da informação prestada por tercerias partes.

O veredicto se aplica somente na Austrália, mas será observado no mundo inteiro e pode abrir precedentes em casos similares que estão aparecendo na mutante área judicial.

"Outras partes vão ver esta decisão. O Google é uma companhia mundial. Isso é algo inédito, e acrescenta alguma clareza para a indústria", afirmou o presidente da Associação da Indústria da Internet na Austrália, Peter Lee, à Reuters.

A decisão põe fim à batalha legal entre o Google e a Comissão Australiana de Concorrência e Consumo, que acusava a companhia de má-fe nos anúncios pagos, porque buscas em 2006 e 2007 sobre a Honda Austrália apontavam para anúncios de concorrentes da montadora.

Uma busca no Google nesta quarta-feira sobre a Honda Austrália exibia links pagos para o site da unidade.

(Por Edwina Gibbs)

Tudo o que sabemos sobre:
TECHGOOGLELEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.