Google News e AFP fecham acordo para notícias na web

A agência de notícias France-Presse e o Google fizeram um acordo judicial sobre direitos autorais, permitindo que o Google publique online fragmentos de notícias e fotos da agência de notícias francesa, disseram as duas companhias na sexta-feira, 6.Em um comunicado conjunto, ambas as empresas afirmaram que o acordo permite que a gigante da Internet publique conteúdo da AFP no Google News e em outros serviços.Os termos desse acordo não foram divulgados.O processo da AFP, acompanhado de perto pela mídia, foi movido nos Estados Unidos e na França. A ação procurava avaliar danos e interesses assim como impedir o uso de textos e fotos da AFP sem permissão prévia. A AFP concordou em retirar o caso.A agência entrou com o processo há dois anos, acusando a empresa de busca na Internet de infringir as leis de direitos autorais por publicar chamadas da AFP, notícias e fotos, sem a permissão da agência, no serviço automatizado Google News."O mais significativo caso de direitos autorais contra o Google News, movido pela agência France Presse em março de 2005, está terminado," disse Danny Sullivan, um analista da indústria, em seu blog Search Engine Land.Google News permite aos usuários buscar por meio de palavras-chave notícias e links, agrupando temas relacionados com base em análise de computadores. O serviço está disponível internacionalmente em 40 línguas ou versões regionais.O novo acordo "vai permitir o uso do conteúdo da AFP de forma inovadora, que irá melhorar dramaticamente a maneira que os usuários encontram notícias na internet", disse o comunicado das companhias.O acerto acontece oito meses após o Google fazer um acordo com a Associated Press, ou AP, ao concordar em pagar para usar as notícias da agência. A Reuters também tem vários acordos para fornecer notícias e fotos para os serviços Google."O acordo vai permitir usos de conteúdo da AFP sob formas que vão além do uso típico de conteúdo nos serviços do Google, que contém apenas títulos e chamadas de texto para dar apenas uma amostra do que o artigo oferece," disse o executivo-chefe da AFP Pierre Louette em um comunicado.A AFP tem acordos de licenciamento com os concorrentes do Google, Yahoo Inc, Microsoft Corp. MSN, Time Warner Inc.´s AOL e outros serviços.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.