Gordinhas precoces correm risco de morrer mais cedo

As mulheres acima do peso desde os 18 anos correm mais risco de morrer entre 36 e 56 anos, segundo pesquisa divulgada pela revista Annals of Internal Medicine. O estudo, do qual participaram 102.400 enfermeiras de 24 a 44 anos, indicou que as mulheres com problemas de obesidade desde os 18 anos e que fumavam, ingeriam bebidas alcoólicas ou não faziam exercícios suficientes tinham mais de 50% de probabilidades de morrer no período de 12 anos que durou o estudo. De fato, 710 mulheres morreram durante esse período por diversas causas, entre elas 258 de câncer, 55 de doenças cardíacas ou derrames e 61 devido a suicídios, segundo o estudo. As mulheres que não fumavam corriam maior risco de morte prematura se eram obesas aos 18 anos, indicaram os pesquisadores.No entanto, um estudo paralelo, feito pelo Hospital Infantil da Filadélfia (Estado da Pensilvânia), avaliou que a perda de peso com a ajuda de medicamentos inibidores do apetite, como a sibutramina, e tratamento psicológico podem reduzir os riscos de morte prematura.O estudo ressalta a importância da prevenção da obesidade nas crianças, com o objetivo de evitar complicações de saúde relacionadas com o sobrepeso, disse Frank Hu, pesquisador da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Harvard.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.