Governador de SC construirá nova cadeia após fuga

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (DEM), anunciou hoje a construção de uma nova penitenciária após a fuga de 78 presos do Complexo Penitenciário de Florianópolis, ontem. Seis fugiram do prédio conhecido como Casa Velha e outros 72, do Centro do Triagem. Dos fugitivos, 21 já foram recapturados, segundo informou o governo catarinense.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

27 Junho 2011 | 23h29

A nova prisão deverá ser construída entre as cidades de Paulo Lopes e Palhoça daqui a até 11 meses, disse o governador. "Aí nós vamos resolver esse problema de vez, para que não ocorra mais esse tipo de incidente", afirmou.

Segundo Colombo, o prédio é antigo, de quase 80 anos e "já não tem mais as condições necessárias de uso", acrescentou. A localização da cadeia também é considerada inadequada por ele.

Em decorrência das fugas, o diretor do Complexo Penitenciário, Joaquim de Oliveira, acabou pedindo demissão. Em seu lugar assume Leandro Antônio Soares Lima, agente profissional com 23 anos de carreira e com experiência gerencial na Casa do Albergado e do Hospital de Custódia.

O Complexo Penitenciário já teve uma fuga no começo do ano. Segundo a Secretaria da Justiça, a maior parte das 153 fugas de 2011 ocorreu no local. Em 2010, foram registradas apenas 70 ocorrências do tipo.

De acordo com a secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada de Luca, houve problema com o pessoal que trabalha na prisão. "Na fuga de domingo, havia somente dois agentes e o correto seria ter quatro. Foi aberta uma sindicância para verificar essa falha e que isso não aconteça mais", disse. Um inquérito administrativo foi instaurado pelo governo de Santa Catarina.

O governador Raimundo Colombo disse ainda que irá reforçar toda a segurança permanentemente na parte interna e na parte externa do presídio. De acordo com Colombo, novos presídios são construídos em Chapecó, em Lages e em Tubarão. "Já ativamos um em Itajaí, estamos ativando agora a penitenciária do mesmo complexo. E vamos reforçar esse de Florianópolis de forma provisória, porque a solução definitiva é a construção da nova", reafirmou.

Mais conteúdo sobre:
governador SC construção cadeia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.