Governador gaúcho volta a falar em rigor na apuração

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, voltou a falar em rigor na apuração das causas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, que matou 235 pessoas. "O mais importante agora é tentar preservar ao máximo a vida das pessoas que sobreviveram e as que estão hospitalizadas. E (cobrar) rigor profundo na apuração das responsabilidades", disse após encontro com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

TÁSSIA KASTNER, Agência Estado

30 de janeiro de 2013 | 13h49

Tarso também afirmou que "essa tragédia não pode ser esquecida, mas que ela tem de ser superada", em uma ênfase ao apoio para os pacientes que seguem internados e suas famílias.

Tudo o que sabemos sobre:
Santa MariaapuraçãoTarso Genro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.