Governo abre inscrições para 240 mil vagas no SisuTec

São Paulo é o Estado com mais oferta de vagas (76,7 mil), seguido por Pernambuco (40,7 mil) e Minas Gerais (27,9 mil)

Débora Álvares, Agência Estado

05 de agosto de 2013 | 12h41

Alunos que concluíram o Ensino Médio e fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado poderão se inscrever para quase 240 mil vagas de cursos profissionalizantes, a partir da meia noite desta terça-feira, 6. O novo programa do governo, o Sistema de Seleção Unificada para o Ensino Técnico (SisuTec), tem aulas com início já em 22 de agosto - até 22 de outubro todos os cursos já terão começado.

O cronograma foi anunciado nesta segunda-feira, 5, pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante. "Historicamente, o Brasil não desenvolveu ensino profissionalizante. Estamos correndo atrás de um tempo que perdemos", destacou o ministro.

As inscrições vão até o dia 12 de agosto e, dois dias depois, já sairá o resultado da primeira chamada. Os aprovados nessa etapa poderão se matricular entre 15 e 16 de agosto. No dia 19, o MEC divulga a lista de segunda chamada. A matrícula será no dia seguinte, 20 de agosto. As vagas que sobrarem ficarão disponíveis a partir de 22 de agosto no site do MEC.

São Paulo é o Estado com mais oferta de vagas no SisuTec (76,7 mil), seguido por Pernambuco (40,7 mil) e Minas Gerais (27,9 mil). Segundo Mercadante, a quantidade de instituições particulares participantes foi o que determinou esse ranking.

Alunos de escolas públicas ou bolsistas em escolas privadas que fizeram o Enem 2012 formam o público prioritário do programa. Para eles foram destinadas 85% das vagas. Para as demais, podem se inscrever estudantes sem esse perfil.

Para garantir a criação das quase 240 mil vagas ofertadas no programa, o governo contou com a adesão de escolas técnicas, institutos federais, das instituição do Sistema S (Senai e Senac), além de escolas técnicas vinculadas às universidades federais. Ao todo, segundo dados divulgados pelo MEC, participam 586 unidades de ensino.

As instituições foram selecionadas de acordo com índices que medem a qualidade dos cursos. As notas variam de 1 a 5. Para aderir ao SisuTec, o MEC exigiu média 3.

Tudo o que sabemos sobre:
SisuTecinscrições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.