Governo anuncia desconto para expandir acesso à internet

Medida faz parte do pacote de inclusão digital do País e que envolve a venda financiada de PCs

Efe

03 Agosto 2007 | 14h29

O governo brasileiro anunciou nesta sexta-feira um desconto de 85% em pacotes básicos de acesso à internet para tentar expandir o uso das novas tecnologias entre a população mais pobre, informou uma fonte oficial. Com este novo plano, um pacote de 10 horas mensais de acesso à internet passará a custar R$ 7,50 com impostos incluídos, informou a Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva.   Este projeto foi realizado em colaboração com operadoras como Telefónica, Brasil Telecom, Oi, CTBC e Sercomtel, que, segundo as autoridades, cobrem 100% do território brasileiro. Este programa faz parte do programa de financiamento para a compra de desktops e notebooks "Computador para Todos", lançado em dezembro de 2005 pelo Governo federal.   Segundo dados oficiais, a venda de computadores cresceu 43% em 2006 e chegou a 8,3 milhões de unidades vendidas, que transformaram o Brasil no terceiro mercado mundial de computadores, depois dos Estados Unidos e da China.   No entanto, segundo um recente estudo da organização intergovernamental Rede de Informação Tecnológica Latino-Americana (Ritla), apenas 18,5% das famílias brasileiras têm computador, o que poderia limitar a efetividade deste programa de financiamento do acesso à internet.   Nas camadas sociais mais pobres, o número de famílias com computador fica abaixo de 2%. Além disso, segundo a Ritla, cerca de 1.800 dos 5.300 municípios do Brasil não têm a infra-estrutura básica para ter acesso à internet.

Mais conteúdo sobre:
Acesso Inclusão Digital

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.