Governo autoriza indenização a família de motoboy morto

O governo de São Paulo autorizou o pagamento de indenização à família do motoboy Eduardo Luiz Pinheiro dos Santos. Ele foi encontrado morto com traumatismo craniano e hemorragia à 0h10 do dia 10, três horas após ser abordado por policiais militares e levado para a 1ª Companhia do 9º Batalhão, na Casa Verde, zona norte de São Paulo.

AE, Agência Estado

30 de abril de 2010 | 20h01

O decreto, assinado pelo governador Alberto Goldman nesta sexta-feira, determina que um grupo de trabalho no âmbito da Procuradoria Geral do Estado será instituído para que no, prazo de trinta dias, contados a partir da designação de seus membros, seja feita a proposta de valores de indenização.

Farão parte deste grupo de trabalho o procurador-geral do Estado, que vai coordenar os trabalhos, dois procuradores, um representante da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania e outro da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo. O Decreto do governador serão publicado amanhã, no Diário Oficial do Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.