Governo da Colômbia e Farc fecham acordo para retirada de minas terrestres

O governo colombiano e guerrilhas esquerdistas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram em conjunto neste sábado um acordo para a remoção de minas terrestres e outros explosivos do campo de batalha.

REUTERS

07 de março de 2015 | 17h15

Em guerra há 50 anos, a Colômbia é um dos países com mais minas do mundo. O governo do presidente Juan Manuel Santos e os rebeldes das Farc vinham discutindo as minas terrestres como parte de negociações de paz de dois anos, sendo realizadas em Havana.

(Por Nelson Acosta)

Mais conteúdo sobre:
MUNDOCOLOMBIAFARC*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.