Governo da Guatemala responde a artigo de jornal antes de ser publicado

O governo da Guatemala publicou uma resposta online a um artigo de jornal sobre a vice-presidente do país antes mesmo de o texto ser publicado, o que provocou críticas de que governo estaria espionando a mídia.

REUTERS

17 Setembro 2014 | 09h37

Fotos do artigo, que ligava uma propriedade de luxo da vice-presidente Roxana Baldetti a empresários que se beneficiaram de contratos com o governo, foram colocadas no site do governo, com uma resposta por escrito.

"Esta é a espionagem que viola a confidencialidade da imprensa e gera incerteza e intimidação", disse Frank La Rue, um ex-investigador especial da ONU no campo da liberdade de expressão, disse em uma entrevista por telefone.

Baldetti afirmou ter recebido o artigo em um envelope anônimo e publicou uma resposta porque o jornal El Periodico, não a tinha procurado para dar a sua versão dos acontecimentos.

Ela afirmou que a propriedade em questão foi comprada por sua família antes de se tornar vice-presidente e que havia declarado tudo de acordo com a lei.

"O governo ... não espiona os meios de comunicação", acrescentou em um tuíte.

O artigo, publicado na edição impressa de terça-feira do El Periodico, foi co-escrito pelo fundador do jornal, José Ruben Zamora, que disse na conta do jornal no Twitter que o que o governo fez foi ilegal e imoral.

(Reportagem de Sofia Menchú)

Mais conteúdo sobre:
GUATEMALAMIDIAARTIGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.