Governo da Tailândia decreta estado de emergência em Bangcoc

O governo da Tailândia decretou estado de emergência por 60 dias em Bangcoc e províncias vizinhas, a partir de 22 de janeiro, para ajudar a conter o movimento de protesto que bloqueou partes da capital na tentativa de forçar a primeira-ministra Yingluck Shinawatra a renunciar.

Reuters

21 de janeiro de 2014 | 09h31

Visarn Techateerawat, vice-ministro do Interior, anunciou o estado de emergência após uma reunião do gabinete ministerial nesta terça-feira.

O decreto de emergência concede às agências de segurança poder para decretar toques de recolher, deter suspeitos sem mandato, censurar a mídia, proibir reuniões políticas com mais de cinco pessoas e isolar partes da capital.

(Reportagem de Pracha Hariraksapitak)

Mais conteúdo sobre:
TAILANDIAEMERGENCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.