Governo de SC pede R$ 6,5 mi para afetados pela chuva

O Estado de Santa Catarina já tem 14 municípios em situação de emergência. Para atender às necessidades criadas pela destruição causada pelas chuvas que caem no Estado, o governador Leonel Pavan, pediu nesta segunda-feira, ao governo federal, a liberação de R$ 6,5 milhões para atender aos municípios atingidos pelas chuvas dos últimos dias.

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

26 de abril de 2010 | 21h14

Os 14 municípios que decretaram situação de emergência são Anchieta, Caçador, Concórdia, Dona Emma, Lebon Régis, Matos Costa, Penha, Presidente Castelo Branco, Rio das Antas, Rio do Campo, Timbó Grande, Xavantina, Bela Vista do Toldo e Nova Itaberaba.

A decisão de pedir recursos foi tomada depois de uma reunião do governador com o coordenador do Conselho Consultivo Superior de Governo (Consult), Hugo Hoeschl.

O pedido foi encaminhado à Secretaria da Defesa Civil Nacional, após conversar com os prefeitos das cidades atingidas, analisar imagens de satélite e comparar a atual situação com as chuvas que ocorreram no final de 2008.

De acordo com dados da Defesa Civil de Santa Catarina, até às 18h desta segunda-feira, 42 municípios tinham sido afetados pelas fortes chuvas. A população afetada está na ordem de 117.683 pessoas. Tiveram que deixar suas casas 4.572 moradores. No total, 1.157 residências foram atingidas pelas chuvas. Por meio do Fundo Estadual de Defesa Civil (Fundec), foram encaminhados produtos como cestas básicas, colchões, cobertores e lençóis para atender desabrigados de quatro municípios mais atingidos até agora na região de Caçador: Caçador, Rio das Antas, Lebon Régis e Rio do Campo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.