Governo de SP desconhece causa de explosão de prédio

A Secretaria da Habitação paulista afirmou hoje, em nota, que ainda são desconhecidas as causas da explosão que ocorreu hoje no Conjunto Habitacional Santa Conceição, na zona leste de São Paulo. O prédio de cinco andares e 60 apartamentos foi interditado e deve ser liberado após a perícia da Polícia Civil. Segundo a secretaria, o acidente afetou dois andares do imóvel e deixou 58 famílias desabrigadas, que seriam encaminhadas para hotéis na zona leste da cidade. Elas moravam no conjunto há apenas três dias. A secretaria informou que o conjunto foi erguido dentro das normas técnicas previstas e passou por vistoria do Corpo de Bombeiros antes de ser ocupado. Segundo o comunicado, testes executados anteriormente pela empresa fornecedora de gás não constataram nenhum vazamento. Os botijões de gás do conjunto seriam mantidos no andar térreo. A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) realiza um levantamento de novas unidades para possível substituição.

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

07 de março de 2008 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.