Governo de SP espera renovação de concessão da Cesp--Alckmin

O governo de São Paulo tem perspectiva otimista sobre a renovação da concessão da empresa de energia Cesp, afirmou nesta terça-feira o governador do Estado, Geraldo Alckmin.

REUTERS

28 Junho 2011 | 13h05

Em declarações a jornalistas durante lançamento de projeto de logística no interior do Estado, Alckmin afirmou acreditar "na renovação da concessão (da Cesp). São várias concessões que vencem este ano e devem ser renovadas", disse o governador paulista.

Sobre o assunto, o secretário de Energia de São Paulo, José Aníbal, afirmou que ainda não há negociação formal para renovação da concessão da Cesp, mas há conversas com o Ministério de Minas e Energia, comissão de energia e infraestrutura da Câmara dos Deputados, entre outros representantes do setor.

Segundo Aníbal, a posição é favorável às renovações das concessões das elétricas. Ele lembrou que além da Cesp estão na pauta a renovação de empresas como Cemig, Chesf e Furnas.

As concessões que vencem até 2015 são responsáveis por 21 mil megawatts, equivalente a 20 por cento da geração de energia do país. Segundo Aníbal, não há definições ainda sobre como serão feitas as renovações, mas não deve ser "nada inferior a 15 anos e nem superior a 30".

O secretário paulista também comentou que o governo federal vai provavelmente propor compensações ambientais e avaliar sobre quanto é possível reduzir as tarifas das empresas.

Perguntado sobre um eventual processo de privatização, Aníbal afirmou apenas que "o esforço (do governo paulista) está concentrado na renovação".

(Por Fabíola Gomes)

Mais conteúdo sobre:
ENERGIACONCESSOESALCKMIN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.