Governo de SP proíbe 'eutanásia' em animais saudáveis

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), sancionou lei que proíbe a ?eutanásia? em animais saudáveis nos 645 municípios do Estado. A medida já está em vigor. Caberá aos municípios realizar ações de castração e de adoção para bichos em boas condições de saúde. Segundo a lei, nem animais ferozes, como pit bulls, poderão ser sacrificados. Antes, eles deverão ser ?socializados? e colocados para adoção. Se nada der certo, poderão ser mortos após 90 dias.Protetores de animais comemoraram a sanção. ?É uma vitória para todos os animais. Antes, eram levados para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e sacrificados em três dias?, afirma Raquel de Jesus, de 48 anos, que resgata animais.Ana Gabriela de Toledo, vice-presidente do Projeto Esperança Animal, classifica a lei como ?maravilhosa?. Ela diz que São Paulo passa a atender determinações da Organização Mundial da Saúde que preconiza a esterilização dos animais e a conscientização na proteção.Angela Caruso, do Fórum de Proteção Animal, também comemora a aprovação, mas se preocupa com a capacidade de implantação nas cidades. ?Em todo o Estado, existem cerca de 80 CCZs. Precisamos agora é cobrar que o Estado repasse recursos para os municípios.? As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.