Governo fará fumacê contra dengue em Boa Vista

Objetivo é prevenir eventual disseminação do vírus 4, detectado na cidade 28 anos após os primeiros registros

Fabiane Leite, Lígia Formenti e Loide Gomes, Especial Para o Estado, O Estado de S.Paulo

20 de agosto de 2010 | 00h00

O Ministério da Saúde anunciou ontem o início da aplicação de inseticida (fumacê) por toda a cidade de Boa Vista (RR) para prevenir uma eventual disseminação do vírus 4 da dengue, detectado na cidade depois de 28 anos dos primeiros registros no Brasil. Na semana passada, três casos de contaminação pelo sorotipo 4 foram confirmados na capital e outros nove casos suspeitos aguardam confirmação.

Cerca de 40 homens das Forças Armadas auxiliam nas ações preventivas.

Além disso, outras duas cidades vizinhas a Boa Vista, Cantá e Normandia, terão os trabalhos de prevenção intensificados em razão de dois casos suspeitos terem sido localizados nesses locais. O coordenador do Programa Nacional de Controle da Dengue, Giovanini Coelho, afirmou ontem que não acredita que a doença esteja se espalhando. Em pelo menos um dos registros, o de Normandia, o paciente, uma índia, tinha visitado Boa Vista. O outro caso ainda não foi localizado. "Mas, por via das dúvidas, estamos intensificando as ações", afirmou. Ainda segundo Giovanini, os casos de dengue estão em queda no Estado.

O Hospital-Geral de Roraima, em Boa Vista, o maior do Estado, informou que mais metade dos atendimentos diários é de pessoas com suspeita de dengue. A sala de hidratação é pequena e os doentes estão espalhados pelos corredores.

Panorama

8.342 casos de dengue foram registrados em Roraima

44,5% foi o aumento de registros neste ano; 62% são de Boa Vista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.