Governo flexibiliza regras do leilão de energia eólica

O Ministério de Minas e Energia anunciou nesta quinta-feira a flexibilização das regras para participação no leilão de energia eólica, marcado para 25 de novembro. O objetivo é ampliar a oferta de empreendimentos.

REUTERS

25 Junho 2009 | 19h53

Segundo nota do ministério, o governo decidiu aumentar o universo de aerogeradores importados que poderão ser utilizados pelos participantes do leilão.

Pela nova regra, as empresas poderão importar equipamentos com potência nominal igual ou superior a 1.500 kW. Antes, apenas máquinas com potência superior a 2.000 kW eram permitidas.

O ministério prorrogou até 18h de 14 de julho o prazo para que as empresas interessadas em participar do leilão de energia eólica peçam o registro junto à Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Mais conteúdo sobre:
ENERGIAEOLICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.