Governo instalará centros de monitoramento de chuvas em SC e SP

O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, anunciou nesta quarta-feira que o governo vai instalar centros de monitoramento da Defesa Civil em Santa Catarina e São Paulo nos próximos dias, depois de analisar as previsões do tempo nesses Estados e verificar que as chuvas devem se intensificar nessas regiões.

REUTERS

18 de janeiro de 2012 | 13h09

Já foram instalados centros desse tipo no Espírito Santo, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

A decisão foi tomada nesta quarta numa reunião no Palácio do Planalto, quando também ficou definido que o programa Minha Casa, Minha Vida terá que atender as famílias que perderam suas moradias durante as enxurradas.

Segundo Bezerra, o governo estima que pelo menos 3 mil moradias foram completamente destruídas e as famílias que estiverem nessa situação poderão receber uma nova habitação por meio do programa, usando a primeira faixa de financiamento, a mais subsidiada pelo governo federal.

O ministro disse ainda que a presidente Dilma Rousseff quer que o mapeamento das áreas de risco em 251 municípios seja concluído antes de 2014, meta inicial do governo.

Ele não deu um novo prazo, mas afirmou que o governo pedirá ajuda da Petrobras e das universidades para reunir um grande número de geólogos para fazer o mapeamento.

Nesta quarta, o governo federal também dará início aos repasses de recursos para quatro municípios de Minas Gerais e Sapucaia, no Rio de Janeiro, para auxiliar as pessoas que estão desabrigadas.

Só neste ano, as chuvas já mataram 20 pessoas no Estado do Rio de Janeiro, e 14 em Minas Gerais.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro; Edição de Eduardo Simões)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICACHUVASMONITORAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.