Governo interino diz que não deixará Zelaya aterrissar

O governo interino de Honduras disse neste domingo que não permitirá a aterrissagem de nenhum avião que transporte o presidente deposto Manuel Zelaya, que planeja regressar ao país uma semana após ter sido retirado do poder por militares.

REUTERS

05 Julho 2009 | 11h26

"Há ordens para não entrar", avisou o chanceler interino, Enrique Ortez, a uma emissora de rádio local.

Zelaya tinha previsto partir de Washington de volta a seu país, provavelmente acompanhado por presidentes sul-americanos.

Mais conteúdo sobre:
HONDURASVOLTAZELAYA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.