Governo japonês socorre a JAL

A Japan Airlines (JAL) assinou um acordo com o Banco de Desenvolvimento do Japão (DBJ, na sigla em inglês) para receber cerca de 100 bilhões de ienes (US$ 1,13 bilhão) em empréstimos-ponte de emergência para manter suas operações, depois de obter apoio oficial do governo, segundo a agência Kyodo News.

, O Estadao de S.Paulo

25 de novembro de 2009 | 00h00

A maior companhia aérea japonesa, que caminha para fechar o quarto ano com prejuízo nos últimos cinco anos, poderá ter acesso livre à linha de crédito do DBJ para contornar dificuldades de financiamento de curto prazo, enquanto espera uma injeção maior de recursos públicos.

O uso dos recursos públicos pela JAL dependerá em larga medida de sua capacidade de fechar um acordo com empregados atuais e aposentados sobre custos de aposentadoria. Em linha com as recentes medidas de apoio anunciadas pelo governo, as garantias estatais deverão ser atreladas aos empréstimos do DBJ, agora que o ministério dos transportes atestou que as condições da JAL deverão ter um impacto grande sobre suas operações e passageiros. DOW JONES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.