Governo leva ´cidades digitais´ para mais seis municípios

O Ministério das Comunicações vai ampliar a experiência das cidades digitais para mais seis projetos pilotos, que serão implantados por meio de um convênio com a Fundação Euclides da Cunha, da Universidade Federal Fluminense, no valor de R$ 9 milhões. As cidades de Almenara (MG), Lavrinhas (SP), Garanhuns (PE), Cacique Double (RS), Cidade de Goiás (GO) e Pindorama (TO) foram escolhidas para as novas experiências. O ministério também avalia a possibilidade de incorporar ao estudo uma cidade fluminense. Atualmente, o projeto funciona nas cidades de Piraí, no Rio de Janeiro, Tiradentes, Ouro Preto e uma área de Belo Horizonte. De acordo com o ministro Hélio Costa, todos os municípios serão beneficiados com essas experiências porque o Programa de Inclusão Digital está sendo levado para todo o Brasil. O objetivo do Ministério é realizar estudos técnicos e experimentos para elaboração e validação de modelos de exploração de infra-estrutura de cidades digitais, voltadas para o atendimento de serviços de governo eletrônico e de inclusão digital, no intuito de interligar os diversos prédios públicos e as escolas municipais. As pesquisas, que serão realizadas durante um ano e meio, deverão avaliar o impacto das novas tecnologias de acesso sem fio na ampliação do acesso à internet e os conteúdos destinados aos cidadãos. Além disso, as pesquisas vão possibilitar a definição de modelos de sustentabilidade que garantam o acesso gratuito à internet em instituições de interesse público, a exploração comercial dos serviços, bem como uma análise do impacto dos modelos de exploração definidos em função do marco regulatório atual.

Agencia Estado,

28 Fevereiro 2007 | 14h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.