Governo quebrou promessa

As Secretarias Estaduais de Meio Ambiente e de Habitação de São Paulo prometeram, em maio de 2004, um plano de melhorias ambientais e urbanísticas para a região da APA Mata do Iguatemi. Os então secretários José Goldemberg (Meio Ambiente) e Barjas Negri (Habitação e CDHU) se reuniram para traçar um plano de recuperação que incluía um plano de manejo para a APA e assinaram um termo de cooperação técnica e institucional.

O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2013 | 02h06

Até hoje, a Mata do Iguatemi não tem plano de manejo. O documento, exigido por lei federal, define as regras de uso das unidades de conservação ambiental. A Fundação Florestal disse que tem um plano para contratar a elaboração do plano de manejo. O documento define o zoneamento do terreno e as formas e restrições de uso.

A transformação da Mata do Iguatemi em parque municipal fez parte das metas de gestão não cumpridas pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab (PSD). O governo do Estado disse ter começado tratativas com a Prefeitura em 2006, "por causa da pequena dimensão da área e em função das características do seu entorno". Mas o processo não passou da desapropriação do terreno, de acordo com acompanhamento do site Agenda 2012./ F.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.