Governo tailandês confirma 16ª morte por gripe aviária

O Ministério da Saúde da Tailândia confirmou hoje a 16ª morte no país provocada pelo vírus H5N1 da gripe aviária, informou a imprensa tailandesa.Um funcionário do ministério informou que a vítima era um tailandês de 27 anos que vivia na região central do país.As autoridades comprovaram, porém, que uma menina de 9 anos, também da região central, que morreu na quinta-feira passada com sintomas da gripe aviária, não tinha o vírus H5N1.O primeiro registro de morte por gripe aviária este ano na Tailândia foi no dia 24 de julho, quando morreu um adolescente."Ao mesmo tempo, confirmamos um foco de H5N1 entre animais na província de Phichit. É o primeiro caso de infecção por H5N1 em humanos notificado por Tailândia em 2006", informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) dois dias depois.Sete províncias tailandesas da região central são consideradas hoje "zonas vermelhas", com alto risco de infecção. O número de aves sacrificadas supera os 63 milhões desde que começou a luta contra a epizootia.Desde 2003, a doença já matou 135 pessoas no Azerbaijão (5), Camboja (6), Chinesa (12), Egito (6), Indonésia (42), Iraque (2), Tailândia (16), Turquia (4) e Vietnã (42).

Agencia Estado,

05 de agosto de 2006 | 10h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.